Empório Bonté

Localizado na região do Tatuapé (zona leste de SP), o Empório Bonté foi inaugurado recentemente neste mês de Julho de 2016, perto do restaurante “Coco Bambu”.

Reunindo diversas gostosuras (diversas mesmo!) fica difícil dar uma passadinha de lá e não levar nada. Fora as deliciosas degustações expostas.

IMG_3143

Além da variedade de vinhos, tente analisar cada detalhe da imagem. Sim, no meio direito é um bolo fresquinho ;p

IMG_3142

Continuar lendo

5 motivos: Obsessão Infinita

ALÔ!

Venho por meio desta, convencer-lhe a ir à exposição Obsessão Infinita, que acaba AMANHÃ, com apenas 5 motivos! Você vai se arrepender de não ter ido!

Primeiro, uma breve história:

Yayoi Kusama, nasceu em 20 de março de 1929 no Japão.

Mudou-se para Nova Iorque com 27 anos, a pedido da amiga artista Georgia O’Keeffe. Ja que o Japão ainda se recuperava da guerra. Assim, Kusama percebeu que seria mais reconhecida com sua arte, la fora. Batata!

Em 2012/2013 fez parceria com Louis Vuitton (ficou muito legal!).

Atualmente voltou para o Japão e está internada em um hospital há 12 anos, por escolha própria.

Poderia ficar aqui por muito mais tempo contando a vida de Kusama, dos surtos, exposições, protestos contra a guerra do Vietnã, entre muitos outros acontecimentos.

~

Sem mais delongas, vamos ao que lhe trouxe aqui!

1- É liberado o uso de máquinas fotográficas em praticamente todas as salas. Apenas UMA  sala, que tem alguns dos quadros da Yayoi Kusama, que o segurança vem dizer “Aqui não pode!”. E nem encostar nos quadros, óbvio. Tirando essa exceção, é muito gostoso poder registrar, tocar, fazer parte E intervir em algumas obras dela.

2- Como em (quase) todas as exposições, existe uma sala que conta um pouco da história da artista, por meios de revistas, recortes, flyers, fotografias, anotações e o que eu acho muuuito legal: o desenho do projeto e, em outra instalação, podemos vê-lo pronto!

3- A primeira sala (pra quem entra no Instituto e segue à esquerda), tem alguns quadros de pontinhos. Eu, como boa curiosa, me aproximei pra tentar entender COMO ela fez aquilo. Além da paciência, dedicação, trabalho, talento e tempo, ela fez várias camadas sobre a tela pra chegar naquele resultado, dar aquele efeito. Olha, vale muito a pena observar bem esses quadros! Essa é a sala que não pode fotografar.

4- Se você gosta de Arte Pop, tem que conhecer o trabalho de Yayoi Kusama.

5- POR QUE BOLINHAS? A visão de Kusama sobre os seres humanos é essa. Uma bola, um ponto, de diversos tamanhos espalhados pelo cosmos, com um espaço vazio.

~

Algumas fotinhos que registrei, procê ficar morrendo de vontade de ir… espera que tem uma dica!

IMG_5926 IMG_5927

IMG_5928 IMG_5930

IMG_5932 IMG_5938 IMG_5939 IMG_5940 IMG_5941 IMG_5942 IMG_5943 IMG_5944 IMG_5945

IMG_5946 IMG_5947 IMG_5948 IMG_5949 IMG_5950

20140705_073547 20140705_073629 20140705_073653

IMG_5953 IMG_5954 IMG_5961 IMG_5962 IMG_5967 IMG_5975 20140705_083613 20140705_073901 20140705_073840

A exposição fica no Instituto Tomie Ohtake, Av. Faria Lima, 201 – Pinheiros (próx. ao metrô Faria Lima). “Neste domingo, dia 27, o Instituto vai abrir às 8 horas da manhã e a última admissão à exposição ocorre às 17 horas, sempre com entrada franca.” Tirado do site do próprio Instituto.

Vale salientar, também, que a exposição levou mais de 500 mil visitantes, muito mais do que esperavam.

Minha dica é: chegue cedo! Se quer ver sem muita fila, chegue quando está abrindo, por volta das 7h30.. (Acredito que mesmo assim já vai ter fila, porém o tempo de espera será muuuito menor!). Mesmo com horas de espera, vale a pena! Não deixem de ir, amanhã é o último dia!!

Caso contrário, a próxima parada será no México, de 25 de setembro -19 de janeiro de 2015. Agora é com você hahah

~

Quem quiser ter um pouco do trabalho dela, existe o novo livro Aventuras de Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll com ilustração feita por Kusama! É uma graça esse livro! Um ótimo presente!

E quem quiser saber mais da história dela, existe o livro autobiográfico Infinity Nets, onde ela relata suas primeiras alucinações e pensamentos obsessivos que apareceram durante a Segunda Guerra. Kusama transformava em pinturas essas visões, como forma de acalmar-se. “Via violetas com rostos humanos que conversavam com ela, sua voz lhe soava como o latido de um cachorro e estampas florais cobriam os cômodos em que estava.” (fonte)

~

E aí, quem já foi, o que achou? O que mais gostou? VAMOS COMPARTILHAR EXPERIÊNCIAS!😀

ps: falhas técnicas para postar esse texto.

rawwwr

Jogos que você (não) deve baixar

Após o Viciante Candy Crush, eu achei que nada seria capaz de superá-lo, em termos de tempo perdido jogando. Mas estava errada.

Antes de Candy Crush virar super moda, eu comecei a jogá-lo. E juro, eu estava viciada! Colocava o celular pra despertar segundos antes de eu ter vidas novamente, pra eu não perder nenhum segundo. “Mas e quando você ia dormir?” Então… Eu também.. Colocava pra despertar….. Cheguei ao ponto de, sempre que eu fechava os olhos, ver os gráficos do jogo na miha frente, e meio que inconscientemente jogava quando meus olhos estavam fechados, é sério! Pensava no jogo toda hora. Sim caros amigos, um absurdo. E quando percebi isso, tomei a maior (e melhor) decisão daquele momento. Excluí o jogo. No começo foi complicado, eu ainda acordava no meio da noite pra “ver se eu tinha vidas no jogo” e lembrava que havia excluído. Não foi fácil, eu pedia pra minha amiga me distrair, quase baixei outra vez. QUASE. Mas aquilo não estava fazendo bem pra mim.

Pois então, dias melhores vieram, eu não joguei mais nada (hahah), por outro lado então, algumas amigas (não vou citar nomes) começaram a jogar esse jogo, me pediram pra ensiná-las. A primeira coisa que eu disse foi: ESSE JOGO É DO CAPETA, ELE É VICIANTE, NÃO JOGUE! E a amiga disse “ensina logo, Gaya. Não vou me viciar.” Eu insisti dizendo que era perigoso, ela não me ouviu e quis mesmo assim que eu ajudasse. Minhas últimas palavras foram “ensino, mas não joga muito, ta? Só de vez em quando.”

Pois é, descobri que o vício desse tal de Candy Crush pode ser pior do que eu imaginava.

Sintomas:

1- Adiantar o relógio pra ter mais vidas.

2- Pesquisar no youtube como desempacar do nível.

3- Sem perceber, passar horas mexendo apenas o dedo.

4- Pensar/dizer “só mais esse jogo” mesmo sabendo que não é verdade.

Se você se reconheceu em no mínimo 3 desses sintomas, é hora de excluí-lo da sua vida. Eu faço isso sempre que me deparo dessas circunstâncias HAHAHAH

Bom, segue a listinha de dicas dos joguinhos (só pra salientar: excluam-os quando você estiverem com esses sintomas, é sério).

• Cross Fingers 

 

O jogo é muuuuuuito legal. Mas a versão free tem só alguns níveis,12 acho.

O objetivo do jogo é encaixar os pedaços de “madeira” no espaço indicado. Existem níveis que você tem que usar mais de um dedo pra conseguir isso, é bem legal!

Flow Free

Um dos melhores jogos já inventados no mundo. Mas fiquei viciada e tive que excluí-lo, pois ao contrário do Candy Crush, não tenho vidas, e ao contrário do 2048, ele tem vários níveis. É ótimo pra lógica, concentração, agilidade. Muito muito bom.

O objetivo do jogo é conectar as bolinhas nas outras da mesma cor, e ao mesmo tempo que não pode deixar nenhum espaço vazio.

Existem vááários níveis, dificuldades, e tem um outro tipo de jogo (que não está nessa última foto), que é o Time Trial, onde você tem um tempo determinado pra fazer o maior número desses quebra-cabeças. É muito legal pra brincar com os amigos hahhah

Luxor 2

Muito divertido, é estilo Candy Crush em passar horas em um nível, gastar vidas e tem várias novidades bem criativas pro jogo não ficar chatão paradão…

O objetivo do jogo é juntar 3 bolinhas da mesma cor, para eliminá-las todas antes que cheguem no final do percurso.

Você começa a jogar e quando se dá conta, você não arrumou a casa, não estudou, um avião caiu, o seu primo nasceu, sua mãe mudou de casa… claro que percebe isso só quando as vidas acabam…

2048

Jogo incrível (meu atual kiridinho) onde o objetivo é ir juntando os números iguais pra fazer grandes pontuações. Meu record atual 3432 \o/

Parece bobo, mas tem que ter estratégia pra não acabar rápido. É muito divertido.

The Simpsons – Springfield (Tapped Out)

Sabe aquela vontade de criar uma cidade, ter missões e coisas do tipo? E pra deixar tudo mais divertido, é que os personagens tem missões e o vocabulário é todo descontraído do jeito Simpsons que conhecemos heheh.

E pra não ficar muito monótono e enjoar do jogo, além das tarefas comuns, em determinadas épocas tem missões e decorações diferentes, inspiradas nas comemorações da época. Por exemplo, especial Dia dos Namorados, Natal… o último que eu joguei foi do Halloween. Muito divertido!

ps. Eu não tenho mais o jogo, mas da última vez que atualizei, ele mudou de Tapped Out pra Springfield, e nessa última atualização mudou do inglês pra português. Então deve estar com um desses nomes na loja de app.

Por hora, esses foram os jogos mais interessantes que já passaram meses comigo. (MahJong, Solitaire, Flappy Bird e Sudoku não contam, né)

Qual o seu jogo preferido? Algum deles se encontra na minha listinha?

Me contem!! E não passem muito tempo jogando essas coisas viciantes, hein!

rawwwr

Que tipo de PERDÃO é esse?

“Eu já perdoei! Mas não quero que ele apareça na minha frente!”

“Relaxa, eu te perdoei. Não vou ficar remoendo nada de ninguém. Só não quero te ver por um tempo.. não sei quanto tempo.. Desculpa!”

“Tudo bem, não desejo nada de ruim.. apenas saiba que a vida vai dar o troco!”

Analisando essas três frases (super comuns hahah quem nunca?), você acha que perdoaram de verdade?

Por que geralmente não conseguimos resolver o nosso problema e, vendo o de outras pessoas, parece ser algo tão fácil? Tem vezes que até aconselhamos e conseguimos ajudar!

As vezes, a solução de nossas angústias podem ser resolvidas da mesma forma. Basta olharmos a situação de fora, analisar de vários ângulos, diferentes formas a mesma situação.

Mas vamos lá, né galera! Bom senso em primeiro lugar. É bom ser totalmente transparente e sincero consigo mesmo. Senão de nada vai adiantar!

Se você parar pra pensar, o psicólogo faz a mesma coisa contigo. Ele não te dá as soluções. Mesmo se você perguntar “o que eu faço? Me ajuda!”. Ele te faz perguntas sobre o assunto pra você pensar a respeito, ver outras perspectivas e chegar na melhor decisão.

Não estou dizendo que você não sabe perdoar. Estou dizendo pra tomar cuidado com o que diz, com o que acha que é perdão! Magoa, chateia, mas se a gente gosta da pessoa (e se ela tem crédito com a gente, vale a pena “esquecer” o que aconteceu.

Também não estou dizendo pra perdoar sempre a mesma pessoa, sempre as mesmas atitudes e mancadas. Não. De forma alguma. Acho que tolerância, perdão tem um limite. Passado esse limite, prefiro não ter essa pessoa por perto da mesma forma, e confiar do mesmo jeito.

Antes de decidir, analise!

Antes de dizer que perdoa, saiba perdoar!

Tenham uma ótima semana, cheia de boas energias!

Pensem nisso🙂

raawwwr

Tirando esmalte de brilho das unhas

Olá beus abores.

Sei o quanto é difícil tirar brilho das unhas, e que muita gente pensa duas vezes antes de passá-lo.

Se você pensa em pegar o algodão com acetona e ficar esfregando a unha, desista. Você vai ficar pelo menos umas 3 encarnações até conseguir tirar tudo.

Mas agora seus problemas acabaram, pois Eu, Gaya Gregório estou aqui para ajudá-las!

Preparem-se: pois é mais fácil do que vocês imaginam🙂

Você vai precisar de:

IMG_3004

 • Acetona

• Algodão

• Papel Laminado

Molhe um pedaço de algodão na acetona. Em seguida cubra sua unha.

IMG_3006

Depois de cobrir as unhas de algodão com acetona, embrulhe-as (sim) com papel laminado.

IMG_3008

Espere por, aproximadamente, 3 minutos.

Remova o papel laminado e em seguida o algodão.

E a mágica acontece… sem passar o algodão na unha.

IMG_3009

Agora sim, você passa o algodão (limpo de preferência) pra tirar os brilhos que ficaram. Mas ele sai super fácil, sem esforço.

IMG_3010

Eai, gostaram da dica?

Conhecem outras dicas úteis? Me mandem por e-mail para rawrpapagaya@gmail.com para eu compartilhá-las aqui!

rawwwr

boa semana!

Unhas de Carnaval

Olá galerinha! Como estão?
Já sabem o que vão fazer no carnaval?

Não deu tempo de pintar as unhas?
Fiz um diy bem facinho para você ahazar no Carnaval!
As unhas ficam bem coloridinhas, cheias de brilho, pura lindeza.

Primeiro, separe os esmaltes de brilho.
Depois defina os que vai usar.

Passei uma mão de cada esmalte de brilho.

20140228-010258.jpg

20140228-010350.jpg

20140228-092450.jpg

20140228-195830.jpg

20140228-195916.jpg

20140228-195931.jpg

Vocês já devem ter reparado que um dedo eu pintei de preto, né.

Pois é, fiz uma brincadeira, que logo vão entender com as próximas fotos.

Dica: comece pintando a unha solitária, assim dá tempo dela secar bem.

(não reparem no excesso, limpo só quando termino, risos)

20140228-200841.jpg

IMG_2769

IMG_2770

Dica: espere um tempo de mais ou menos 15 segundos antes de passar a próxima camada de esmalte.
 E tcharã!
IMG_2774
IMG_2776
IMG_2775
Esmalte “purpurinado” não tem erro. Sempre quando preciso passar alguma coisa nas unhas e não tenho tempo, passo brilho! Sempre dá certo.
Dá uma disfarçada e fica no clima de carnaval.
O bom do Carnaval é que é a melhor época (também na parada gay) pra usar e abusar de brilho. Não tenha medo! Se joga na purpurina que é sucesso e não fica em excesso!
Agora vocês devem estar perguntando “Mas Gaya, tirar esse esmalte é horrível! Prefiro ficar sem!”. Relaxa que a Tia Gaya te ajuda nessa também. Fiquem de olho no blog!
Cloridão, brilhantão, bonitão.

Juizo e se joguem no BRI-LHO, PURPURINA! GLITTER! Nao se joguem no “relaxa e goza”, porque depois vem o arrependimento. E POR FAVOR, não dirijam se forem beber!. Milhares de famílias agradecem🙂

Curtam com juizo!

E se gostaram da dica, curtam, comentem e compartilhem🙂

Rawwwr

Animação com Lei de Murphy

Olá!

Alguns meses atrás, meu amiguinho Elias me mostrou um canal do youtube MUITO interessante. É um canal que só tem animações rapidinhas, em torno de 2 minutos de duração cada filme.

A maioria dos vídeos (se não todos), fala daquela velha Lei de Murphy -> Nada é tão ruim que não possa piorar. E é assim mesmo, você está assistindo e pensa “Gente, não tem como piorar, né!” Mas piora, e você fica de cara hahaha

Os vídeos são muito bons. Vale a pena assisti-los!

Esse canal é o Birdbox Studio.

Eles também fazem algumas animações em comerciais. Estão nessa lista de reprodução.

E vocês, gostaram de algum específico?

Conhecem outros canais assim?

Curtam, comentem, compartilhem❤

rawwwr

Atores de “Matilda” recriando algumas cenas

Minha gente, o filme Matilda será lançado em Blu-ray. Por ser um clássico que muitos adoram, existirão algumas cenas extras, que inclui uma reunião que Danny DeVito organizou, com os atores. Nela, refizeram algumas cenas do filme (todos já adultos!).

Vem conferir!

 Créditos para BuzzFeed/Leonoraepstein

 Clique aqui pra ver essa cena 

Clique aqui para ver essa cena

Ô GENTE, só queria compartilhar algo que achei muito legal, e como o blog está recebendo um bom número de visitas, resolvi compartilhar aqui, já que no face nem sempre todos acabam vendo e é fácil de se perder e tal… Mas sério, assistam!!

rawwwr

Sobre ser “vegetariana”

Muita gente me pergunta “Gaya, você não come carne, nem frango.. come o quê? Batata e alface?” Sim, como batata, alface e muuitas outras comidas gostosas!

Costumo falar que eu descobri sabores e possibilidades de comida, depois que eliminei essas carnes da minha vida. Só comida interessante, gostosa, saborosa e até que fáceis de se cozinhar! hehehe

“E por que o ‘vegetariana’ entre parênteses?” Porque não me considero 100%, uma vez que como carne de peixe.

Enfim, hoje vim falar um pouco sobre como é não comer carne. Tenho muitos amigos que me perguntam o que eu como hahaha, e muitos que estão eliminando a carne e me pedem uma ajudinha. Acredito que esses próximos posts sobre minha rotina alimentar vão ajudar muitos. (Dessa vez os outros posts já estão prontos! hehe)

Desde pequena eu sou meio natureba e não curto muito carne vermelha e frango. Não gosto do sabor, textura e tem gordura e às vezes nervinhos e uugh gorfando. Até na salada, não gosto muito de tempero. Um dia me dei conta de que haviam comidas (incluindo algumas carnes), que eu não comia. Então pensei “por que continuo comendo o que não gosto?”. E foi em fevereiro de 2012 que eu parei totalmente. Não foi por causa dos animais, por problemas ambientais, vida mais saudável ou medo de alguma doença.

Existem muitos pontos positivos pra quem mantém a dieta. Ela é benéfica em vários fatores, como: diminuir o nível de colesterol, menor probabilidade de câncer de pulmão, diabetes, índice de obesidade, intestino preso, taxa de mortalidade por doença coronariana, entre muitos outros.

É bom saber onde encontrar cada fonte, tipo proteínas (soja, legumes, grãos, etc), ferro (lentilha, beterraba, ameixa seca, espinafre, etc), zinco (cereais integrais, semente de abóbora, aveia, nozes, castanha, etc), vitaminas.

E também é bom fazer exames de rotina, pelo menos de 6 em 6 meses.

Sim, existem muitas formas cruéis que os animais são tratados e morrem, para alimentar milhares de pessoas.

Desmatamento, escassez de água, erosão e desertificação do solo também são problemas que o processo de produção de carne causa para o meio ambiente.

Mas claro, sempre tem aquele INGRASSADO da turma que fala “VOCÊ MATOU UMA PLANTA, ELA TAMBÉM TEM SENTIMENTOS” e bla bla. A planta tem sensibilidade, se não for colhida, ela nasce, amadurece e cai. O animal sofre, cresce sofrendo. “MAS MATAR POR MATAR…” O que o gado come? Planta. Comendo carne, você mata duas vezes. Ainda quer ser engraçado, kirido?

Nesse post quis deixar claro algumas coisas, esclarecer algumas dúvidas. Se tiverem mais alguma, me perguntem!

Se quiserem saber um pouco do “meu cardápio“, aguardem o próximo post. Vou contar tudinho!

Acreditem, acho que eu como mais agora do que antes! hehehe

RAWWWWR

Tattoos para você NUNCA fazer

“Mãe, quero fazer uma tatuagem!”

Sua mãe certamente pensa nas piores coisas, e com razão, pois existem seres humanos que fazem umas coisas… exóticas!

Nossa cara, como você é nazista.

Quando ele tiver pelancas, as pernas ficarão inteiras azuis?

Tatuar feição é algo bem delicado.. ai xenti!

É amiguinhos, hoje aprendemos que não se deve fazer tatuagem com gente que cobra bem baratinho, ou usa material zoado, não tem portfolio e tal. Fazer tatuagem tem que ser com profissionais que tem experiência! Juro que existem umas coisas que eu não entendo, POR QUE RAIOS DE MOTIVO o povo decide tatuar. Sério, depois desses rostos não-bem-sucedidos, fiquei de cara.

Então segue a dica, não deixem de investir num bom profissional cujo trabalho é confiável. Lembrem-se que é pra vida toda e o processo de retirá-la é mais caro, mais doloroso e ainda assim fica uma marquinha.

Vocês querem fazer alguma tattoo ou já tem? Me mandem fotos!

rawwwr