Sobre ser “vegetariana”

Muita gente me pergunta “Gaya, você não come carne, nem frango.. come o quê? Batata e alface?” Sim, como batata, alface e muuitas outras comidas gostosas!

Costumo falar que eu descobri sabores e possibilidades de comida, depois que eliminei essas carnes da minha vida. Só comida interessante, gostosa, saborosa e até que fáceis de se cozinhar! hehehe

“E por que o ‘vegetariana’ entre parênteses?” Porque não me considero 100%, uma vez que como carne de peixe.

Enfim, hoje vim falar um pouco sobre como é não comer carne. Tenho muitos amigos que me perguntam o que eu como hahaha, e muitos que estão eliminando a carne e me pedem uma ajudinha. Acredito que esses próximos posts sobre minha rotina alimentar vão ajudar muitos. (Dessa vez os outros posts já estão prontos! hehe)

Desde pequena eu sou meio natureba e não curto muito carne vermelha e frango. Não gosto do sabor, textura e tem gordura e às vezes nervinhos e uugh gorfando. Até na salada, não gosto muito de tempero. Um dia me dei conta de que haviam comidas (incluindo algumas carnes), que eu não comia. Então pensei “por que continuo comendo o que não gosto?”. E foi em fevereiro de 2012 que eu parei totalmente. Não foi por causa dos animais, por problemas ambientais, vida mais saudável ou medo de alguma doença.

Existem muitos pontos positivos pra quem mantém a dieta. Ela é benéfica em vários fatores, como: diminuir o nível de colesterol, menor probabilidade de câncer de pulmão, diabetes, índice de obesidade, intestino preso, taxa de mortalidade por doença coronariana, entre muitos outros.

É bom saber onde encontrar cada fonte, tipo proteínas (soja, legumes, grãos, etc), ferro (lentilha, beterraba, ameixa seca, espinafre, etc), zinco (cereais integrais, semente de abóbora, aveia, nozes, castanha, etc), vitaminas.

E também é bom fazer exames de rotina, pelo menos de 6 em 6 meses.

Sim, existem muitas formas cruéis que os animais são tratados e morrem, para alimentar milhares de pessoas.

Desmatamento, escassez de água, erosão e desertificação do solo também são problemas que o processo de produção de carne causa para o meio ambiente.

Mas claro, sempre tem aquele INGRASSADO da turma que fala “VOCÊ MATOU UMA PLANTA, ELA TAMBÉM TEM SENTIMENTOS” e bla bla. A planta tem sensibilidade, se não for colhida, ela nasce, amadurece e cai. O animal sofre, cresce sofrendo. “MAS MATAR POR MATAR…” O que o gado come? Planta. Comendo carne, você mata duas vezes. Ainda quer ser engraçado, kirido?

Nesse post quis deixar claro algumas coisas, esclarecer algumas dúvidas. Se tiverem mais alguma, me perguntem!

Se quiserem saber um pouco do “meu cardápio“, aguardem o próximo post. Vou contar tudinho!

Acreditem, acho que eu como mais agora do que antes! hehehe

RAWWWWR

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s